Esse blog não é mais atualizado desde o dia 27/03/2016. Migramos para outra plataforma, visite o blog novo clicando no banner acima e acompanhe nossas postagens.



Sim, eu me importo

2 de fevereiro de 2014


O fato de ter que deixar tudo isso, assim, do nada, me incomoda. Muito já aconteceu em minha vida e dizer que esse foi o mais especial é clichê, pois de certo modo sei como funciona eu e você. Sinceramente, aparentemente, nada aconteceu, mas sei que algo mudou e sinto um certo aperto no peito diariamente antes de me deitar ou segundos antes de te ver. Provavelmente nem leia esse texto escrito em uma madrugada de insônia qualquer, e a culpa é toda sua e desse nosso ultimo dia.

Não sei admitir o que sinto, sempre soube disfarçar todo esse meu sentimento, gosto de mostrar não me importar, mas quando coisas to tipo me acontecem sei que me "abalam" de principio, mas sei que passa assim como todos os outros. Talvez não sinta o mesmo, talvez continue na outra e não se importe, mas eu me importo por aquilo que estranhamente tivemos. Como já sabe, escrever esse texto foi a unica forma de me acalmar e colocar tudo no lugar, para finalmente poder dormir. Talvez seja confusão minha, esteja enganada ou fui traída supostamente "usada" para aquele seu amor antigo.

Sou sensível e me importo facilmente, assim como este, todos meus outros conflitos sentimentais foram curados através das palavras, as quais conhece bem.

3 comentários

  1. "não sei admitir o que sinto..." Tão eu!!
    bejoka Ste
    Mania de Bruna
    @ManiaDeBruna

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito lindo o texto, adoro textos assim.

    Tem um post quentinho lá blog, falando sobre produtos maravilhosos. Confira ► http://diversosfemininos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esta sou eu. Em cada palavra. Em cada frase. Amei!

    Beijin,
    posrealidade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir